linkaki

Humberto Costa assumiu que era hora de assumir a corrupção do PT



No auge da Operação Lava Jato, muitos petistas foram acuados pelos fatos revelados pela maior investigação contra corrupção da história do país e se viram forçados a reconhecer que o partido havia metido os pés pelas mãos nos métodos de financiamento da legenda. O então senador foi um dos primeiros integrantes dodo núcleo duro do partido a vir a público reconhecer que havia chegado o momento de o PT admitir a corrupção e pedir desculpas ao povo.

"Humberto Costa (PT-­PE) foi ministro da Saúde do governo Lula, esteve no olho do furacão durante a prisão de Delcídio do Amaral, o ex-petista preso tentando obstruir a Lava-Jato, e durante o traumático processo de impeachment da correligionária Dilma Rousseff. Atuou na linha de frente para amparar o que restou do PT e era o líder do partido no Senado até duas semanas atrás. É, portanto, um petista do núcleo duro da legenda — e, também, a primeira voz autorizada a dizer publicamente, como fez em entrevista a VEJA, que chegou a hora de o PT admitir que se envolveu em corrupção, pedir desculpas à sociedade" dizia a matéria da revista na época. (confira aqui)

O petista histórico foi apenas um dos membros do partido que acabaram reconhecendo que a legenda fez jus ao sentimento anti-PT que tomou conta de parte da sociedade ao longo dos últimos anos. Esta entrevista de Costa comprova que as críticas contra o partido e seus integrantes não foram invenção da imprensa ou da oposição.

Informe seu Email para receber notícias :