linkaki

Bolsonaro é duramente hostilizado em bairro de Brasília onde recebeu votação expressiva



O presidente Jair Bolsonaro experimentou uma das maiores manifestações de hostilidade desde sua posse, nesta na manhã desta sexta-feira, 10. O chefe do Executivo resolveu visitar o setor Sudoeste, em Brasília, um bairro que lhe deu em 2018 uma das maiores votações no Distrito Federal.

A expectativa era a de que o presidente seria ovacionado pelos moradores do bairro, mas a realidade se revelou bem diferente do imaginado. Surpreendentemente, Bolsonaro foi alvo de uma das maiores manifestações de repúdio de que se tem notícia até hoje. Aos gritos de “Fora miliciano”, "FDP" e "Palhaço Genocida", a comitiva que acompanha o presidente ficou desnorteada. O forte panelaço acabou precipitando a retirada estratégica do presidente do local.

A pandemia do coronavírus tem sido apontada por analistas como um marco divisor na popularidade do presidente. O isolamento social e fez com que milhões de brasileiros retornassem às redes sociais. O que antes era um reduto dominado por apoiadores de Bolsonaro, acabou se tornando um pesadelo para o presidente e seus aliados. Milhões de pessoas que não usavam as redes sociais com a mesma frequência dos bolsonaristas, estão reclusas em suas casas nestes tempos de quarentena. Neste cenário, a 'massa crítica' das redes sociais começa a se movimentar na direção oposta àquela conduzida pelos apoiadores de bolsonaro com tanta facilidade até aqui.

O revés no mundo virtual começa a se materializar no mundo real. Duramente hostilizado nesta secta-feira, Bolsonaro tem sido certamente aconselhado a fazer aparições apenas em locais controlados, abastecidos previamente de militantes favoráveis.

Informe seu Email para receber notícias :