linkaki

Alcolumbre diz a Maia que governo Bolsonaro "acabou" em reunião reservada



Os prognósticos traçados por críticos do governo do presidente Jair Bolsonaro não são nada animadores. O cabo de guerra tem sido bastante tensionado nestes dias de pandemia, com campanhas do presidente contra o isolamento e a favor da cloroquina como solução contra o coronavirus.

Segundo matérias que circulam na imprensa, o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), teria dito em reunião reservada com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que "o governo Bolsoanro" acabou.

Segundo estas publicações, os líderes dos poderes "tem coordenado uma série de reuniões políticas para discutir os rumos do governo e a atuação do presidente Jair Bolsonaro diante da pandemia do novo coronavírus. Foram rodadas de conversas com líderes partidários, ministros de tribunais e com a cúpula do Senado para debater a postura do Palácio do Planalto e a falta de articulação política e sustentação partidária de bolsonaristas no Congresso. Conforme relato de interlocutores a VEJA, apesar do protagonismo de Maia, coube ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), verbalizar a avaliação mais dura sobre o governo Bolsonaro. Em um desses encontros, na residência oficial da presidência da Câmara dos Deputados, Alcolumbre disse que “o governo acabou”. “A diferença é saber se ele chega a 2022”, disse ele, segundo autoridades presentes na reunião.

Informe seu Email para receber notícias :