linkaki

Bolsonaro diz que é direito de Guedes deixar cargo se reforma da Previdência virar uma “reforminha”



O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira, 24, que vai renunciar ao cargo se a reforma da Previdência pretendida pelo governo virar uma “reforminha” e disse que o Brasil pode quebrar já em 2020:

“Pego um avião e vou morar lá fora. Já tenho idade para me aposentar”, disse ele, segundo a reportagem. “Se não fizermos a reforma, o Brasil pega fogo. Vai ser o caos no setor público, tanto no governo federal como nos Estados e municípios”, afirmou.

Em resposta às declarações de seu ministro, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira (24) que é um direito de Guedes deixar o cargo, caso a reforma da Previdência não seja aprovada.



“É um direito dele, ninguém é obrigado a continuar como ministro meu. Logicamente ele está vendo uma catástrofe, é verdade, eu concordo com ele [Guedes], se nós não aprovarmos algo realmente muito próximo ao que enviamos no Parlamento. O que Paulo Guedes vê, e ele não é nenhum vidente, nem precisa ser, para entender que o Brasil vai viver um caos econômico sem essa reforma”, disse, em Recife (PE).

Informe seu Email para receber notícias :