linkaki

Tudo resolvido. Receita Federal diz que Gilmar Mendes não é investigado



A Receita Federal informou nesta segunda-feira (11) que o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes não é alvo de uma investigação no órgão. Na sexta (8), a coluna Radar, da revista Veja, mostrou que a Receita teria aberto uma investigação para identificar supostos “focos de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência” do magistrado e de sua mulher, Guiomar Mendes. A publicação exibiu imagens com documentos internos da Receita que sugeriam tais suspeitas.

Gilmar Mendes pediu que o presidente do STF, ministro Dias Toffoli, buscasse apuração dos fatos, alegando que os documentos deixariam claro que se trata de investigação criminal, o que “aparentemente transborda do rol de atribuições dos servidores inominados”

Na nota divulgada nesta segunda, a Receita informa que o ministro foi alvo apenas de apuração preliminar interna e disse que não há procedimento formal de fiscalização sobre o magistrado.

"A Receita Federal tem como valor fundamental a proteção intransigente dos dados dos contribuintes e não pactua com o vazamento de informações ou com ilações de prática de crimes sem provas”, diz a nota.

Informe seu Email para receber notícias :