linkaki

PF abre investigação sobre uso de laranja no PSL e intima candidata que recebeu R$ 400 mil de dinheiro público




A secretária do PSL de Pernambuco, Maria de Lourdes Paixão, 68, que oficialmente concorreu a deputada federal e recebeu verbas públicas de  R$ 400 mil na eleição de 2018, se tornou alvo de uma investigação conduzida pela Polícia Federal.

Maria de Lourdes foi intimada pela PF para prestar esclarecimentos sobre os fatos

A suspeita de que a candidata a deputada federal foi usada como laranja pelo PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro foi levantada por uma matéria publicada na imprensa neste final de semana. Terceira maior beneficiada com verba pública destinada ao PSL em todo o país, a candidata teve apenas 274 votos, mesmo recebendo mais recursos que a deputada eleita Joice Hasselmann (SP), que teve 1,079 milhão de votos.

Maria de Lourdes recebeu o dinheiro do fundo partidário faltando apenas quatro dias para a eleição. Quase todo o dinheiro teria sido destinado a uma gráfica suspeita de operar como empresa de fachada. O depoimento de Maria de Lourdes na superintendência da PF no Recife foi marcado para a próxima quarta-feira.

Informe seu Email para receber notícias :