linkaki

Maia diz que Bolsonaro não tem votos na Câmara para aprovar reformas, como a da Previdência



O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reeleito para comandar a Casa até 2021 nesta sexta-feira, declarou que o governo do presidente Jair Bolsonaro não tem votos suficientes para aprovar reformas como a da Previdência e disse que está disposto a pactuar um texto junto com o governo.

"O presidente começa o seu governo organizando a base de uma outra forma, eu não tenho clareza se ele tem o espaço necessário para ter os 308 votos", disse Maia ao falar sobre a reforma da Previdência.

"Nós temos que ter todos aqui, de todas as correntes partidárias, do PT ao PP, ao PSL, para que essa pacto sirva não apenas para a União, mas para estados e municípios", afirmou o presidente da Câmara.

"Acho que a Previdência, as questões de reformas administrativas, precisam sair da agenda ideológica e vir pra uma agenda mais racional para que a gente possa construir maiorias pactuadas e aprovar os temas e dar solução para que o investidor tenha mais tranquilidade para investir no Brasil", disse Maia, assumindo o protagonismo na Câmara dos Deputados, sugerindo que o governo Bolsonaro precisará ganhar musculatura para conduzir reformas importantes.

Informe seu Email para receber notícias :