linkaki

Bolsonaro sem previsão de alta. A Luta do presidente para voltar ao Palácio do Planalto



No ´último fim de semana, o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, informou que a alta do presidente Jair Bolsonaro havia sido adiada por mais uma semana. Nesta 3ª feira, um novo comunicado informou que Bolsonaro agora deve permanecer internado por tempo indeterminado, ou seja, sem previsão de alta.

Bolsonaro luta para se recuperar da terceira cirurgia de longa duração a que se submeteu nos últimos seis meses, após o atentado à faca sofrido na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, durante a campanha. O presidente foi submetido à terceira cirurgia  para a retirada de uma bolsa de colostomia no dia 28 de janeiro.

A operação durou 7 horas. Nesta segunda, Bolsonaro iniciou 1 tratamento com antibióticos para evitar infecção. O presidente deve ficar internado até que esteja prontamente recuperado.

“Não há como nós adiantarmos previsão [de alta], visto que os dados [apresentados em exames] tratam-se exclusivamente da questão da administração do antibiótico. Passada essa fase, o resultado vai determinar aos médicos de quando e como o presidente vai ter alta”, afirmou o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros.

O o porta-voz informou ainda que o presidente tem usado o telefone para publicar posts em redes sociais e manter contato com ministros. Nesta 3ª, porém, não falou com integrantes do 1º escalão.

“Hoje ele não conversou com ninguém, não obstante, isso não inviabiliza a condição de conduzir o governo”, afirmou.

Após as últimas complicações, Bolsonaro foi proibido de realizar caminhadas no corredor do hospital e passou a se exercitar num aparelho ergométrico.



Informe seu Email para receber notícias :