linkaki

Bolsonaro diz que topa conversar com Nicolás Maduro, caso ditador venezuelano concorde



Durante café com jornalistas na manhã desta quinta-feira, 28, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que toparia conversar com Nicolás Maduro, caso o ditador venezuelano quiser. Segundo informou o jornalista Heraldo Pereira, da TV Globo, Bolsonaro disse que se o presidente americano Donald Trump pode se reunir com o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un, não há nada que o impeça de se reunir com Maduro para tratar de um eventual  processo de redemocratização da Venezuela.

Ainda de acordo com o jornalista Heraldo Pereira, Bolsonaro disse que negociaria com Maduro possibilidade de convocação de eleições livres, com observação internacional e participação ampla da oposição. A fala de Bolsonaro ocorreu poucas horas antes da coletiva que deu ao lado do autoproclamado presidente venezuelano Juan Gauidó, que chegou ao Brasil na noite anterior em um avião da força aérea da Colômbia. Guadó falou por poucos minutos e repetiu temas que havia abordado em pronunciamentos anteriores feitos na Colômbia por ocasião da tentativa frustrada de internalizar ajuda humanitária americana na Venezuela.

O presidente Jair Bolsonaro saudou Gaudó se referindo a ele como presidente encarregado da Venezuela. O termo encarregado se deve ao fato de Guaidó ter se autoproclamado presidente com a missão de convocar eleições diretas na Venezuela. Bolsonaro falou por cerca de dois minutos, afirmando que o Brasil está disposto a ajudar o país vizinho a buscar o melhor caminho. 

Informe seu Email para receber notícias :