linkaki

Advogado mais poderoso do Brasil diz que se Bolsonaro demitir Bebiano "vai estar se destruindo e causando um dano irreversível ao país"



O episódio envolvendo as intrigas palacianas entre o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, e o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno, parece bem mais sério que se imagina.

Segundo a Folha, o advogado Sergio  Bermudes disse nesta quarta (13) "Se o Bolsonaro deixar se guiar por Carlos, filho dele, ou por quem quer que seja, vai estar se destruindo e causando um dano irreversível ao país".


Segundo o advogado ligado ao ministro de Bolsonaro, a eventual demissão Bebianno será um sinal de ingratidão de Jair Bolsonaro. E de submissão do presidente aos desejos de seu filho, Carlos Bolsonaro, que fez ataques ao ministro em seu perfil no Twitter.

Bermudes segue: "Espero que o presidente se lembre de que ele, como disse claramente, deve a sua eleição a Gustavo Bebianno", diz a publicação.

Sérgio Bermudes é apontado como o advogado mais importante do Brasil na área cível e um dos dez mais renomados do mundo. Segundo matéria da Veja publicada há dois anos, entre seus clientes, estão pessoas como o empresário Eike Batista, a Sete Brasil, criada pela Petrobras para administrar as sondas do pré-sal e envolvida na Operação Lava­Jato. Entre as 42 000 causas em andamento, há a ação em que representa a Vale, uma das donas da mineradora Samarco, no caso do rompimento da barragem de Mariana, em Minas Gerais, e ainda disputas jurídicas em que responde por potentados como Bradesco, Citibank e Ambev e pelas construtoras Odebrecht e Queiroz Galvão. “Ele é o tipo de advogado que gera medo no tribunal. Tem talento e cultura jurídica invejáveis”, opina Arnaldo Malheiros Filho, outro peso-pesado da advocacia nacional.

Amigo íntimo de juízes, desembargadores, ministros e políticos, o advogado não faz segredo de suas relações com poderosos. A proximidade com alguns dos membros do olimpo da Justiça brasileira, no entanto, já rendeu saias justas — para ambos os lados. Em seu escritório no Rio, por exemplo, trabalha a advogada Marianna Fux, filha do ministro do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, que já foi criticado por julgar casos ligados à banca do amigo. Em 2013, o falatório em torno de uma festa em comemoração dos 60 anos de Fux, que seria realizada no apartamento de 700 metros quadrados do advogado, na Avenida Rui Barbosa, no Flamengo, foi tamanho que o convescote acabou cancelado. Na ocasião, comentava-se que o evento promoveria a candidatura de Marianna à vaga de desembargadora no Tribunal de Justiça do Rio — hoje, ela está na lista sêxtupla de candidatos encaminhada pela seção fluminense da OAB ao TJ. Em Brasília, o escritório é chefiado por Guiomar Mendes, casada com o ministro do STF, Gilmar Mendes. A proximidade entre ambos é tamanha que o advogado chama o ministro de irmão. E foi Guiomar quem sugeriu a contratação de Ivete Sangalo para a celebração de 45 anos da firma, comemorada em 2014 com um festão para 3 000 convidados no Copacabana Palace — estima-se que só o cachê da cantora baiana ficou em 600 000 reais" diz a publicação.

Responsável pela defesa da Vale no caso do rompimento da barragem de Brumadinho, Sergio Bermudes declarou logo após a tragédia que Vale "não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade" no acidente da barragem de Brumadinho, em Minas Gerais. E por isso a diretoria da empresa não se afastará de seu comando "em hipótese alguma".


Informe seu Email para receber notícias :