linkaki

O Exército Brasileiro dará inicio às obras de duplicação da BR-116 no RS em fevereiro



O Exército Brasileiro dará início às obras de duplicação de dois lotes da BR-116, num trecho entre Guaíba e Tapes, no Rio Grande do Sul, a partir da segunda quinzena de fevereiro deste ano. A duplicação da importante rodovia é uma das obras mais aguardadas pelos gaúchos

A novidade para 2019 é que os trabalhos serão executados pelo Exército Brasileiro (EB), que já enviou uma tropa de 29 militares catarinenses para Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA).

Os militares foram incumbidos de preparar os locais que receberão o restante do efetivo. A equipe instalada no local é responsável por montar os alojamentos para abrigar a o grupamento que executará os trabalhos. Os 50,8 quilômetros de duplicação dos lotes 1 e 2 serão retomados pelo 1° Batalhão Ferroviário de Lages (SC). Ambos os trechos estavam sob responsabilidade do consórcio Constran S/A, do grupo UTC, que deixou a obra após entrar em recuperação judicial e não apresentar as garantias necessárias para a continuidade.

"Por ser um órgão público, o funcionamento do Exército é bem diferente de uma empreiteira, tudo depende de licitação. Não contratamos restaurante para as nossas refeições, por exemplo. Tudo é construído por nós", explica o tenente-coronel Cleber Machado Arruda, comandante do batalhão. Terminada essa etapa, até o mês que vem, outros cem militares devem se somar ao grupo e iniciar a terraplanagem e a pavimentação asfáltica.

Segundo o Jornal do Comércio, "Cerca de 300 militares devem trabalhar no local no auge da obra. As obras nos trechos estão paralisadas desde agosto de 2016 e janeiro de 2017, respectivamente. No primeiro trecho, entre Guaíba e Barra do Ribeiro, foram executados 62,2% dos serviços. Já no segundo, de Barra do Ribeiro a Tapes, foram 70,5% dos trabalhos previstos. Atualmente, cinco dos dez lotes estão com execução em andamento, de acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Além da duplicação das faixas da rodovia, o projeto prevê construções como a finalização dos viadutos de acesso a Guaíba e Barra do Ribeiro, bem como a construção de mais três pontes, uma demolição e trabalhos de drenagem. A previsão é de que tudo fique pronto até 2022. O efetivo catarinense é conhecido pela expertise para execução de obras. "É um batalhão muito tradicional, responsável por grande parte da construção da BR-282 e da fatia da BR-116 em Santa Catarina", afirma Arruda, citando convênio da instituição com o governo de SC para projetos deste tipo. O grupo de trabalho ainda poderá ter reforço do 2º Batalhão Ferroviário de Araguari, de Minas Gerais. 

Com informações do Jornal do Comércio

Informe seu Email para receber notícias :