linkaki

Gleisi Hoffmann culpa Bolsonaro e Moro para conseguir novo julgamento de Lula



A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, sugeriu que os primeiros atos do presidente eleito Jair Bolsonaro comprovam que o ex-presidente Lula teria sido vítima de um golpe para impedi-lo de disputar a eleição. A petista sugere que a indicação do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Pública seria um indício de uma suposta manobra para barrar Lula no processo eleitoral.

Na página do PT, a senadora em fim de mandato afirmou que "Os primeiros movimentos do futuro governo Bolsonaro confirmam as piores expectativas que se formaram ao longo de um processo eleitoral anômalo, no qual tudo foi feito, de forma ilegal e arbitrária, para impedir a vontade do povo de eleger o ex-presidente Lula".

O mais grave desses movimentos foi a indicação, com aceitação, de Sérgio Moro para o Ministério da Justiça. Moro atuou nos últimos anos com objetivos políticos que agora se revelam indisfarçáveis; foi agente central no processo político brasileiro, manipulando as investigações da Lava Jato em cumplicidade com a grande mídia, para impulsionar o golpe do impeachment e a prisão do maior líder político do país.

A indicação de Moro, como confessou o vice-presidente do futuro governo, foi negociada durante a campanha eleitoral. E nesta campanha ele interferiu bloqueando uma ordem superior de libertação de Lula, adiando um depoimento em que o ex-presidente poderia se defender e dando publicidade a um depoimento mentiroso de Antonio Palocci, às vésperas do primeiro turno, prejudicando a campanha de Fernando Haddad.

Os 47 milhões de votos recebidos por Haddad em defesa da democracia, num processo eleitoral fora da normalidade, conferem ao PT a responsabilidade de impulsionar a defesa da Constituição, dos direitos do povo e da soberania nacional, numa ampla frente política e social. A escandalosa indicação de Sergio Moro deixa claro que nossa primeira tarefa é deflagrar uma campanha  por um julgamento justo para Lula" defende a petista em nota publicada no site do partido.

Com informações do site do PT

Informe seu Email para receber notícias :