linkaki

Paulo Guedes aparece como beneficiário de esquema fraudulento que lhe rendeu R$ 600 mil, segundo Justiça Federal do Rio


A revista Crusoé publicou nesta sexta-feira, 14, uma matéria que pode afetar dramaticamente a credibilidade do economista Paulo Guedes, indicado como futuro ministro da Fazenda pelo candidato à Presidência Jair Bolsonaro, caso ele vença a eleição de outubro.

Segundo a publicação"Paulo Guedes faturou 600 mil reais na Bolsa de Valores em operação
de dois meses atrás da Justiça Federal do Rio de Janeiro, foram fraudadas"

Ainda a matéria, "O Posto Ipiranga de Jair Bolsonaro aparece em situação incômoda nos autos de um processo na Justiça Federal do Rio de Janeiro. Fundador do banco Pactual e um dos principais nomes
economista Paulo Guedes, já anunciado pelo candidato do PSL como seu ministro da Fazenda
eleições presidenciais, é citado como beneficiário de uma trama que, de um lado, rendeu lucro a
poucos investidores, mas que teria causado prejuízos a outros"


Confira a matéria completa na Crusoé

Informe seu Email para receber notícias :