linkaki

Lula não pretendia voltar para a cadeia, caso tivesse escapado com ajuda do plantonista militante, diz jornalista



Ao que tudo indica, o ex-presidente Lula está profundamente arrependido de ter se entregado à Polícia Federal no dia 07 de abril, após ter se refugiado na sede do  Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, logo que soube que sua prisão havia sido decretada.

O petista se viu acuado diante da ameaça de ser considerado fugitivo pela Justiça, condição que, em tese, poderia privá-lo de recorrer de sua prisão,e acabou se entregando à PF numa travessia desesperada em meio a um mar de militantes petistas que tentavam impedir que ele se entregasse. Todos se lembram do desespero no olhar do condenado para se entregar à Polícia Federal no prazo determinado.

Desde então, Lula perdeu todos os recursos para se livrar da cadeia. Descrente que conseguiria se safar da prisão, o condenado apostou numa jogada ensaiada entre seus apoiadores, os deputados Paulo Pimenta e Wadih Damous, amigo do desembargador do TRF-4, Rogério Favreto, que acolheu um insano habeas corpus em favor de Lula e mandou soltá-lo por três vezes no último domingo, 08. Favreto, um ex-filiado do PT com um vasto histórico de serviços a integrantes do partido e indicado por Dilma para o TRF-4, está sendo investigado por sua conduta. 

Caso tivesse conseguido ganhar as ruas, Lula dificilmente voltaria a se entregar à Polícia. É o que diz o  jornalista Ricardo Noblat, da Veja. Segundo Noblat, "Lula iria para um churrasco do MST, em Curitiba. Depois, seguiria em caravana para o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo, onde estava tudo armado para recebê-lo, e de lá não sairia mais. Se a PF tentasse prendê-lo, ele pretendia resistir cercado por militantes e sob o holofote da mídia".

Lula poderia ainda se refugiar em alguma embaixada, como a de Cuba ou Venezuela, e de lá, influenciar o processo eleitoral democrático do país. Diante do desespero do condenado, que chegou a arrumar as malas no dia em que Favreto ordenou que a PF o soltasse, é possível especular que as autoridades brasileiras não colocariam as mãos em Lula tão cedo. Por pouco, o petista quase se safou da cadeia. 

Informe seu Email para receber notícias :