linkaki

Lula não é preso político coisa nenhuma. É político preso por crimes comuns. Juíza deixa clara a condição do condenado



Ao negar os pedidos do ex-presidente Lula de gravar vídeos, conceder entrevistas ou participar pessoalmente de convenções do PT, a juíza Carolina Moura Lebbos, titular da 12ª Vara Federal de Execuções Penais (VEP) de Curitiba, deixou claro que o petista, na condição de preso, não tem direito de exercer atividade política. Lula não é um preso político. É um político condenado e preso por crimes comuns, como corrupção e lavagem de dinheiro.

Com diz O GLOBO, "Como todo integrante da massa carcerária entregue aos cuidados do Estado brasileiro, o ex-presidente Lula obedece a uma série de regras enquanto cumpre sua pena de 12 anos e um mês na carceragem da Polícia Federal em Curitiba. Ele não pode escolher o horário das refeições, não determina quando ocorrerá seu banho de sol nem o dia em que poderá receber visitas. As regras de uma carceragem valem para todos os internos".

A publicação ainda destaca aspectos da decisão da juíza Carolina Lebbos e lembra que "Da mesma forma que não desfruta de privilégios, o ex-presidente Lula, ainda que se apresente como pré-candidato do PT à Presidência da República, não pode transformar sua cela em um estúdio onde possa gravar vídeos, dar entrevistas e realizar atos de pré-campanha".

Abaixo, um dos admiradores do ex-presidente Lula explica a diferença entre um preso político e um político preso. A parte em que Gilberto Gil questiona as ações da Justiça Brasileira obviamente foi descartada por se tratar de uma mera opinião pessoal de um militante petista.

Informe seu Email para receber notícias :