linkaki

Marina Silva propaga fake news, afirma presidente do PSB, Carlos Siqueira

 Foto original de Givaldo Barbosa/Agência O Globo


Há poucos dias, os advogados da pré-candidata Marina Silva entraram com uma ação no Tribunal Superior Eleitoral pedindo que matérias publicadas sobre ela no Facebook fossem removidas, alegando se tratar de 'fake news'. O TSE notificou o Facebook obrigando a Rede Social a deletar as postagens que replicavam matérias publicadas na grande imprensa, como o o Globo, que noticiou que o delator da Lava Jato, Léo Pinheiro, afirmou que uma campanha de Marina Silva teve caixa dois (CONFIRA AQUI). Nas postagens deletadas no Facebook por determinação do TSE, a publicação lembrava que Marina é uma ex-petista e isso parece ter ofendido a pré-candidata fundadora da CUT no Acre, que permaneceu no partido de Lula por quase três décadas.

Não se sabe por que a defesa de Marina pediu para que fossem apagadas as postagens no Facebook, mas aparentemente não teria tomado nenhuma providência contra a a matéria de O GLOBO. Ao usar seu poder econômico para censurar as publicações no Facebook e nada fazer contra a publicação original feita pelo O GLOBO, Marina teria inventado uma nova modalidade de denúncia junto ao TSE? Seria a "fake denúncia" contra uma notícia verdadeira?

Esta semana, a pré-candidata envolveu-se em mais uma polêmica. Marina é agora acusada de propagar 'fake news'.  Segundo O GLOBO, "Depois de a pré-candidata da Rede à Presidência da República, Marina Silva, ter anunciado que negociava uma aliança com o PSB, o comando da sigla socialista reagiu nesta terça-feira e negou qualquer aproximação com a ex-senadora. O presidente do PSB, Carlos Siqueira, classificou a afirmação de Marina de “fake news”, uma possibilidade que não passaria de “sonho” de Marina".

— É fake news total (a aproximação com Marina). Nós sempre tivemos ótimas relações com a Rede, mas eles decidiram romper com três governadores do PSB de forma unilateral. A Rede passou a ser oposição ao PSB no Distrito Federal, Pernambuco e Paraíba. Por isso, uma aliança não passará de um sonho — diz Carlos Siqueira ao GLOBO".

Esta semana, em São Paulo, Marina declarou que estava negociando apoio com o PSB e outros partidos:

— "Não existe absolutamente nada disso com o PSDB. Estamos fazendo com outros partidos. Estamos em processo de negociação com o PHS, o PMN e o PSB", afirmou Marina durante evento em São Paulo, na segunda-feira, 11. (AQUI).

De acordo com o próprio presidente do PSB, a afirmação de Marina "É fake news total". Para quem assumiu a postura totalitária de censurar opiniões no Facebook, ficou feio para Marina. Alguém precisa ensinar para a pré-candidata que opinião não é notícia, logo, não pode ser taxada como 'fake news. O nome disso é censura, é querer calar o povo e impedir que cidadãos manifestem livremente a sua liberdade de expressão nas Redes Sociais e Blogs. Fica a dica.

Com informações de O GLOBO.

Informe seu Email para receber notícias :