linkaki

Maior líder de ocupações urbanas irregulares meteu o pé de São Paulo no dia da maior tragédia envolvendo seus liderados



O Coordenador do MTST (Movimento do Trabalhador Sem Teto) e pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, maior líder nacional de grupos que promovem ocupações irregulares de imóveis no país, abandonou São Paulo no dia da maior tragédia envolvendo seus liderados.

Boulos sequer foi prestar sua solidariedade aos desabrigados e vítimas do trágico incidente no Edifício Wilton Paes de Almeida, que desabou em SP após incêndio que teve início nas primeiras horas da madrugada deste 1.º de maio.

O coordenador do MTST embarcou de manhã para Curitiba para prestar solidariedade ao ex-presidente Lula. Logo que desembarcou no aeroporto na capital paranaense, Boulos tentou tirar o corpo fora de seu compromisso histórico com a causa dos sem-teto. No local, o líder do maior movimento ligado à causa gravou um novo vídeo postado em sua página no Facebook, no qual afirma que que a ocupação do prédio que desabou não “pertence” ao MTST, e sim a uma dissidência.

"Acabei de chegar em Curitiba para o Ato Nacional do 1 de Maio pela democracia. Nossa solidariedade também às famílias sem-teto que ocupavam o prédio que pegou fogo e desabou nesta madrugada".

Informe seu Email para receber notícias :