linkaki

Eduardo Costa investigado pela polícia por suspeita de estelionato



As controversas transações imobiliárias do cantor sertanejo Eduardo Costa ainda podem lhe causar uma série de dores de cabeça. De acordo com informações do SBT Brasil, o cantor sertanejo está sendo investigado pela polícia por suspeita de estelionato envolvendo uma negociação imobiliária.

Segundo documento obtido pela emissora, Eduardo Costa teria adquirido uma casa na região da Pampulha, em Belo Horizonte, por R$ 9 milhões. O valor pago em espécie teria sido de R$ 2 milhões, e o restante sendo quitado com bens de luxo, como carro, barco e outro imóvel embaraçado por ter sido construída em área de preservação permanente. A mansão erguida no sul de Minas Gerais, às margens do lago Furnas, na cidade de Capitólio, que entrou na negociação, gerou um  boletim de ocorrência contra o cantor, acusado de ter omitido irregularidades envolvendo o imóvel, que vem sendo investigada pelo Ministério Público desde 2013.

Segundo os denunciantes, Costa cometeu estelionato por esconder informações aos novos donos da mansão, que por sua vez processam o cantor e pedem anulação de contrato na Justiça, além de indenização por danos morais.

No ano passado, Eduardo Costa foi envolvido em outro escândalo imobiliário. Um áudio vazado mostrava o cantor reclamando por telefone com uma funcionária municipal da região de Capitólio, que a prefeitura não estaria aceitando comprar uma casa para ele nem contratar seguranças para resguardar sua residência.

Confira o áudio abaixo:



As informações são da Revista ISTOÉ

Informe seu Email para receber notícias :