linkaki

Dilma passeia em Londres com seus assessores e diz que, mesmo da cadeia, Lula será o nome do PT



Após um passeio de duas semanas pela Europa e Estados Unidos, a ex-presidente Dilma Rousseff voltou para o exterior, após uma rápida passagem pelo Brasil após a prisão do ex-presidente Lula. Acompanhada de seus seguranças e assessores especiais, Dilma está na Inglaterra, gastando o dinheiro do contribuinte brasileiro.

A petista, que agendou alguns compromissos em antros da esquerda europeia para justificar tantos passeios internacionais, a afirmou neste sábado (5), que o PT vai manter Lula como o nome do partido nas eleições presidenciais de outubro mesmo se o condenado não puder ser candidato. Dilma também disse que este "não é o momento" de apoiar outra legenda na eleição, mas sim de defender a candidatura de Lula sem pensar em "plano B". A petista defende a estratégia de Lula e de seus subordinados em continuar mantendo o partido como refém de sua condição, de modo a manter o nome do petista em evidência na imprensa.

"Seria muito importante para as próximas eleições (apoiar outros nomes). Para essa, nos enfraquecerá muito se Lula não for candidato", justificou petista, de Londres. Para os estrangeiros, pode parecer estranho que o Brasil tenham um candidato que se encontra preso pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Dilma ainda se queixou que Lula está numa "solitária" no Paraná.

Eleita com dinheiro roubado da Petrobras, Dilma também atacou a Lava Jato ao opinar que acha "muito estranho as cinco maiores empresas de engenharia do Brasil terem sido sistematicamente destruídas.”

Com sua equipe, Dilma já gastou quase R$ 1 milhão do dinheiro do povo com suas viagens internacionais nos últimos meses.

Informe seu Email para receber notícias :