linkaki

Arrogante, Lula disse que o Ministério Público late, mas não morde, mas acabou na cadeia. MPF não late. Denuncia



O ex-presidente Lula, que se encontra preso em Curitiba desde o dia 07 de abril, fez várias ofensas aos membros do Ministério Público Federal, ao juiz Sérgio Moro e aos desembargadores do TRF-4 nos meses que antecederam a sua prisão. Em uma das ocasiões em que se concentrou em sua tarefa quase diária de atacar a Justiça, durante encontro com os reitores das instituições federais do Rio Grande do Sul, Lula fez mais um de seus costumeiros ataques contra procuradores da República de todo o país.

O petista havia sido hostilizado durante sua passagem pela região e fez um breve desabafo: “Eu não ficou bronqueado. Eu fico com pena. Porque essa gente não está precisando de universidade. Está precisando de educação de berço, que deveria ter aprendido quando era pequeno”, reclamou Lula durante o encontro a portas fechadas para a imprensa.

Na sequência, o ex-presidente comparou os procuradores do país a animais inconvenientes: “O Ministério Público late, mas não morde. Valeu a pena caminhar e, se a gente não reagir, a gente vai ficar refém de pessoas que acham que, por ter feito um concurso, são mais do que aqueles que não fizeram concurso. Eu sou um político que faço concurso a cada quatro anos. Sou político fazendo concurso sendo xingado pelo povo na rua e aprovado na eleição”, disse o petista ao lado da ex-presidente Dilma Rousseff.

Graças a denúncias formuladas pelo Ministério Publico Federal, o petista foi parar na cadeia, após ter sido condenado a mais de 12 anos de prisão em regime fechado pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro.

Com informações do DCM

Informe seu Email para receber notícias :