linkaki

Apoiadores de Lula provocam moradores do bairro onde o petista está preso - Vídeo



Não é nenhum segredo que o acampamento mantido pelo PT no entorno do prédio da Polícia Federal onde o petista está preso tem o propósito de  manter o nome do petista em evidência na mídia. O problema é que nos últimos dias, o assunto deixou de ser notícia e o número de pessoas dispostas a manter a vigília artificial é cada vez menor, mesmo com propostas de remuneração diária.

Lula já havia se queixado da baixa cobertura sobre o acampamento mantido pelo PT e MST, no  bairro Santa Cândida, em Curitiba, onde fica o prédio da PF onde ele está preso. O petista, que acompanha pela TV a cobertura da imprensa sobre sua prisão, ficou inquieto com a falta de notícias a seu respeito.

Nesta manhã, os militantes remunerados colocaram em prática mais uma estratégia de provocação contra os moradores do bairro e circularam pelas ruas nas primeiras horas da manhã com gritos e apitos: “Acabou o sossego - Curitiba vai virar um inferno”.

O objetivo dos manifestantes é justamente tirar algum morador do sério, de modo a criar conflitos que chamem a atenção da imprensa. A convivência dos moradores da região com os subordinados de Lula tem sido pacífica, apesar das provocações constantes. A partir das imagens no vídeo abaixo, conclui-se que os apoiadores de Lula não estão nem um pouco interessados em manter uma convivência pacífica com os moradores do sossegado bairro:

Informe seu Email para receber notícias :