linkaki

Acampamento de Lula em Curitiba está minguando, registra drone da Polícia Federal



Como já era esperado, a vigília de militantes remunerados no entorno da prisão do ex-presidente Lula em Curitiba está minguando, um mês após a prisão do petista. O fenômeno do esvaziamento está sendo registrado desde o dia 7 de abril por um drone da Polícia Federal, registra o estadão.

"Nas duas primeiras semanas, após a chegada do ex-presidente, cerca de 500 manifestantes formavam o acampamento, com barracas espalhadas nas ruas do bairro e sobre as calçadas – a maioria membros do MST. Com ele vieram o comércio clandestino, a cantorias, os gritos de ordem, o futebol nas ruas, a constante presença policial, os bloqueios de tráfego e a quebra da rotina".

Esta semana, apenas cerca de 70 militantes remunerados permanecem no local. "Desde o dia 17, são cerca de 70, segundo a organização, que passaram a dormir em barracas em um terreno alugado há 800 metros do ponto principal dos protestos, a esquina Olga Benário – como batizaram os “acampados” o cruzamento das ruas Guilherme Matter com a Dr. Barreto Coutinho" informa o Estadão.

Informe seu Email para receber notícias :