linkaki

Senadora Ana Amélia afirma que Gleisi Hoffmann incorreu em crime previsto na Lei de Segurança Nacional



A Gleisi Hoffmann (PT-PR) se envolveu em mais uma polêmica em sua cruzada desesperada para livrar o ex-presidente Lula da prisão e reaver o cabo eleitoral que pode salvá-la da cadeia ajudando-a a se reeleger nas próximas eleições e garantir a manter o foro privilegiado.

A petista divulgou uma mensagem transmitida pela rede de televisão Al Jazeera, na quela denunciou ao mundo árabe que o ex-presidente “Lula é um preso político em nosso País”. A petista afirmou no vídeo que “Lula é um grande amigo do mundo árabe” e foi “o único presidente que visitou o Oriente Médio”. No mesmo vídeo, Gleisi convida “a todos e a todas” no mundo árabe a se juntarem à campanha pela libertação do ex-presidente e diz que “a política externa (brasileira) passou a ser ditada pelo Departamento de Estado norte-americano”.

A repercussão do vídeo gravado por Gleisi e transmitido pela maior TV árabe do mundo ganhou as redes sociais e foi compreendida por muitos como um gesto perigoso. A senadora Ana Amélia (PP-RS) rebateu as alegações da petista sobre o condenado na Lava Jato a 12 anos de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro do caso do tríplex do Guarujá.

A senadora Ana Amélia acredita que  Gleisi incorreu em um crime previsto pela Lei de Segurança Nacional ao gravar o vídeo. O artigo 8º da lei prevê pena de 3 a 15 anos de reclusão para quem “entrar em entendimento ou negociação com governo ou grupo estrangeiro, ou seus agentes, para provocar guerra ou atos de hostilidade contra o Brasil”.

“Mesmo que essa hostilidade seja retórica ou política, ela não deixa de ser uma interferência externa”, avalia a senadora pepista, lembrando do “absurdo” e gravidade que é acusar a diplomacia brasileira de ser regida pelos EUA. “Foi um absoluto serviço de lesa-pátria, uma manifestação descabida de cabimento e e agressiva”, classificou Amélia, sem dizer se entraria com alguma representação criminal contra Gleisi.

A senadora afirmou, porém, que vai pedir para que as palavras de Gleisi no vídeo sejam registradas “nos anais do Senado”.

Em entrevista à Rádio Jovem Pan, AnaAmélia, afirmou que o Estado democrático de direito está funcionando regularmente” no Brasil e a aceitação da denúncia contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG) por corrupção no STF mostra isso. A senadora do PP também citou a negação dos “embargos dos embargos” de Lula pelo TRF4, que esgotou nesta quarta (18) om julgamento do ex-presidente na 2ª instância.

“Depois de perder o poder em 2016 dentro do ordenamento jurídico, perder o apoio popular que esperava ter na prisão do presidente Lula, o partido (PT) agora perde a compostura ao atacar o Judiciário, desqualificar o Judiciário brasileiro, o Ministéro Público, a Polícia Federal, a imprensa e invocar, talvez, o exército islâmico a socorrer o ex-presidente”, ironizou Amélia.

Acompanhe a entrevista de Ana Amélia no vídeo abaixo:

Informe seu Email para receber notícias :