linkaki

Sem tumultos e baixarias do acampamento da vergonha, Lula deixa de ser notícia e é esquecido em poucos dias



O ex-presidente Lula estaria exigindo a manutenção do acampamento de militantes do PT, MST e figurantes remunerados no entorno da sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba por um simples motivo: a algazarra que os ocupantes fazem no local tem mobilizado a imprensa e mantido o petista em evidência. O PT está colhendo doações por meio de vaquinhas virtuais e espera a chegada de novas caravanas ao local.

Sem se incomodar com os inconvenientes e transtornos causados aos moradores da região, o PT espera a chegada de novas caravanas de vários estados. Os recém chegados devem se juntar neste fim de semana aos manifestantes que mantêm o acampamento  que traz cada vez mais transtornos para os moradores e até mesmo para os servidores que trabalham no prédio da PF, onde o petista está preso. Atraídos por diárias em torno de 80 reais, moradores da periferia de Curitiba passam parte do dia entoando os coros comandados pelos organizadores do acampamento.

Atualmente, a estimativa é de que duas mil pessoas passem diariamente pelos atos da vigília. Além das diárias, os figurantes recebem 4 refeições por dia, informa um militante contratado. Sem querer se identificar, o rapaz diz que a parte mais chata do serviço é ter que ficar gritando o nome de Lula.

- Mas tem que gritar demonstrar alguma empolgação. Tem até monitor de olho para conferir se você 'tá' falando direitinho, diz o rapaz que mora a poucas quadras do local. O militante contratado informou ainda que os organizadores estão dando dinheiro para os donos de algumas casas no bairro para que eles emprestem banheiros, tomadas para carregar celular e local para lavar roupas. Mas o propósito não é bem esse, diz o rapaz. A ideia é quebrar a resistência da maioria dos moradores que repelem o acampamento no local.

- Isso aqui é um teatro e dá de tudo. A maioria está aqui atrás de dinheiro e outros de votos. Os carros com dinheiro chegam e saem. Aqui, até a confusão e os tumultos são planejados. Enquanto isso, o Lula tá lá dentro sendo notícia. Tem hora que aqui tem mais jornalistas do que acampado, diz o 'militante' do PT.


Informe seu Email para receber notícias :