linkaki

Promotor de Justiça em São Paulo chama Toffoli, Lewandowski, Marco Aurélio e Gilmar Mendes de bandidos de toga



O Promotor de Justiça em São Paulo Ricardo Montemor fez um duro desabafo em sua página pessoal no Facebook para manifestar sua indignação com a decisão dos ministros da 2.ª Turma do Supremo, Lewandowski, Toffoli, Gilmar Mendes, que, na sessão de terça-feira, 24, mandaram tirar dos processos contra Lula as delações da Odebrecht.

A manifestação do promotor de Justiça não é diferente da de milhões de brasileiros, diante da constante atuação destes ministros na defesa dos interesses do ex-presidente Lula, condenado e preso pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Montemor questionou a decisão dos ministros de  tirar das mãos do juiz Sérgio Moro as delações de executivos da Odebrecht que fazem parte de dois processos penais contra o ex-presidente Lula – o processo do sítio de Atibaia e o processo do terreno do Instituto que leva o nome do petista.


“Confesso estar muito, mas muito cansado mesmo de toda esta canalhice que é feita no STF pelos canalhas Lewandowski, Toffoli, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello”, escreveu o promotor, que atua em São Miguel Paulista às 18h50 da terça.

“Não há um só dia que estes fdp não tentam sacanear e acabar com a Lava Jato ou botar na rua o bandido corrupto Lula.”

Montemor emendou. “A solução ideal não posso dizer. Perderia o emprego se dissesse o que eles realmente merecem. Até quando vamos ter que aguentar esta bandidagem togada?”



Após a manifestação de indignação do cidadão Ricardo Montemor, a Corregedoria do Ministério Público de São Paulo abriu procedimento para investigar post do promotor com críticas aos quatro ministros do Supremo.

Informe seu Email para receber notícias :