linkaki

Nada que vier de Toffoli, Lewandowsli e Gilmar Mendes no STF será visto com bons olhos pelo povo. Perderam a confiança da sociedade



A Jornalista Lillian Witte Fibe, da Veja, fez um duro diagnóstico sobre a postura dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowsli. O comentário sobre o episódio em que os ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal decidiram tirar das mãos do juiz Sérgio Moro trecho da delação da Odebrecht envolvendo crimes praticados pelo ex-presidente Lula é preocupante, sob o ponto de vista da credibilidade da Instituição perante a sociedade.

 Segundo a jornalista, "O trio do STF se supera ao tirar as provas das mãos de quem pune os corruptos. Aumenta a insegurança jurídica, testa a calma do povo e desafia a democracia".

Lillian Witte Fibe é mordaz ao expor a má fé dos ministros do Supremo ao destacar as principais características presentes em qualquer crime barato de lavagem de dinheiro praticado por bicheiros, traficantes e criminosos de toda sorte: "Ao trio da segunda turma do Supremo que acaba de virar de cabeça pra baixo a Operação Lava Jato, pergunta-se: desde quando corrupção via doação de imóvel, compra de terreno e reforma de sítio vêm com carimbo?"

Qualquer pessoa sem instrução sabe que dinheiro ou vantagens de origem ilícita atraem a atenção das autoridades. É até comum que pessoas registrem imóveis, automóveis e até contas de banco em nome de terceiros apenas para ocultar dinheiro de origem nem sempre ilícita, mas não declarada.

Ao sugerir que o trio, mais dois ministros do STF se dedicam a desafiar a calma do povo brasileiro, pondo em risco a democracia que tanto dizem defender, a jornalista esboça que a antiga reticência da sociedade em relação a parte do Supremo se converteu em descrédito eterno. Justiça, e Democracia são valores sagrados para gente honesta, mas incomoda muito os bandidos.

Informe seu Email para receber notícias :