linkaki

Marco Aurélio Mello se enfurece com prisão de Lula e promete jogar decisão sobre segunda instância no plenário na quarta-feira, 11



Ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, confirmou na noite desta quinta-feira, 05, que apresentará ao plenário do Supremo na próxima quarta-feira ao menos uma das ações declaratórias de constitucionalidade (ADC) sobre a execução de pena após condenação em segunda instância que pede a suspensão da execução da pena de condenados que questionem a culpa no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Relator da ação que discute a prisão em segunda instância, Marco Aurélio Mello ficou possesso durante a derrota do pedido de habeas corpus do ex-presidente Lula no STF. Durante o julgamento do HC de Lula, o ministro afirmou que se arrependimento matasse, ele seria um homem morto e chegou a chamar a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, de 'toda poderosa', numa clara manifestação de irritação pelo fato de Cármen Lúcia resistir em pautar as ADCs que livrariam Lula da prisão.

Em entrevista ao Jornal da Globo, Marco Aurélio Mello confirmou que vai jogar a discussão sobre a possibilidade d prisão em segunda instância para decisão o plenário do  STF na sessão de quarta-feira, 11. O ministro disse que levará à corte um pedido de liminar feito pelo Partido Ecológico Nacional (PEN) para suspender a execução da pena de condenados que questionem a culpa no STJ.

Marco Aurélio se rebelou após a decretação da prisão do ex-presidente Lula. Antes, o ministro cogitava colocar a questão em mesa. Agora, promete jogar a decisão que pode livrar Lula da prisão de qualquer jeito. O ministro aposta que desta vez, a ministra Rosa Weber votará pela mudança no entendimento sobre a possibilidade de início de execução da pena para condenados em segunda instância.

Informe seu Email para receber notícias :