linkaki

Lula, um criminoso comum incomum. O cabra é uma vergonha até para bandidos



Os crimes praticados pelo ex-presidente Lula - corrupção passiva e lavagem de dinheiro - são tipificados no Código Penal brasileiro, o que o torna, portanto um criminoso comum, um preso comum.

Embora possa ser caracterizado desta forma devido a sua situação de condenado encarcerado, Lula tem toda razão quando se autoproclama 'um ser humano diferente'. O petista é um criminoso comum bastante incomum. Afinal, trata-se de um ex-presidente da República. Um homem que chegou ao mais alto cargo de uma nação, que teve tudo ao alcance de suas mãos.

Por óbvio, esta condição incomum, almejada,  porém jamais alcançada por tantos poderosos, coloca Lula numa situação bastante embaraçosa. Colocado no meio de outros pares, criminosos comuns, Lula seria motivo de vergonha para muitos bandidos, assim como o é para a maioria dos cidadãos do mundo.

Um homem que teve tudo ao alcance das mãos não precisava roubar. Qualquer cidadão teria se contentado em chegar onde ele chegou, um feito extraordinário, motivo de orgulho. Mas a ganância, a prepotência e a ambição fizeram Lula perder tudo que conseguiu. Graças à sua desonestidade, comum em qualquer criminoso, viu escorrer pelos nove dedos das mãos parte de seus milhões, de sua dignidade e de sua reputação. Lula é um criminoso comum incomum que não deve ser colocado ao lado de outros bandidos comuns. Lula é uma aberração. Como ser humano, Lula é uma vergonha até para os criminosos, como disse um ladrão de bicicleta preso em Arcoverde, Pernambuco.

"Pode me chamar de ladrão, de preso comum, que eu não me importo. Roubei porque moro na roça e tava cansado de andar 12 km sem comer direito. Eu lido é com roça. Olha minha mão e vê se é de vagabundo?" disse o rapaz algemado. "Vagabundo é o Lula, um sujeito presidente ladrão que não precisava roubar. Isto é vergonha até pros bandidos. E o cabra safado ainda é pernambucano..." 

Informe seu Email para receber notícias :