linkaki

Lula se refugia no Sindicato dos Metalúrgicos do ABV e pode tentar resistir à prisão usando seus subordinados como escudo



Após ter sido derrotado no STF e ter sua prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Lula não tem mais nada a perder. cogita não se entregar à Polícia Federal em Curitiba nesta sexta-feira (6) até as 17 horas, prazo determinado por Moro no mandado de prisão expedido na noite anterior.

Tudo se desenha para mais um teatro, no qual o petista poderá 'resistir' à prisão usando como escudo seus subordinados concentrados  em frente ao prédio  Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo, no ABC paulista, onde Lula se refugiou, logo que soube da ordem de prisão.

O petista abandonou o Instituto Lula assim que soube da decretação de sua prisão e partiu em disparada para a sede do sindicato em São Bernardo. Enquanto Lula fugia para seu 'bunker', dirigentes e lideranças do PT e de outros partidos de esquerda convocavam militantes, sindicalistas e simpatizantes para o local.

Lula pretende, supostamente, se manter refugiado nas barras das calças dos pelegos, visando criar um clima de tensão para explorar politicamente sua própria prisão. É pouco provável que a Polícia Federal apele para o uso da força para prender o petista. As próximas horas dirão do que Lula é feito. O ideal para a cúpula da Polícia Federal é que o petista se apresente por conta própria na sede da PF, em Curitiba, onde há uma sala que passou por adaptações para acomodar o petista.

Na saída do Sindicato dos Metalúrgicos na madrugada desta sexta, o vereador Eduardo Suplicy disse que se entregar ou não é uma “decisão exclusiva” de Lula e que ainda não está tomada.

Informe seu Email para receber notícias :