linkaki

Lula reclama de traição. Benefícios da tramoia dos ministros do STF foram praticamente anulados por acordo de delação de Palocci



O ex-presidente Lula tem se queixado com interlocutores sobre uma série de delatores que entregaram esquemas dele e do PT na Lava Jato. Lula teria manifestado insatisfação com a ingratidão de Marcelo Odebrecht, que prometeu afundá-lo na Lava Jato com a entrega de e-mails que corroboram sua delação e demonstrou mágoa com o comportamento do casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura. Mas quem tem acompanhado a irritação de Lula, sabe muito bem que o motivo de sua ira com os 'traidores' foi o anúncio do acordo de delação do ex-ministro Antonio Palocci.

Lula também estaria irritado com a determinação do juiz Sérgio Moro em manter seus casos em Curitiba, apesar da decisão dos ministros da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal em remeter trechos da delação da Odebrecht para a Justiça de São Paulo.

O ressentimento de Lula quando aos delatores que revelaram parte dos esquemas criminosos na Petrobras é justificável. Afinal, os depoimentos de Marcelo Odebrecht, João Santana, Mônica Moura e Antonio Palocci se complementam em vários aspectos. Neste sentido, de nada adiantará ao petista a manobra dos ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski de tirar das mãos de Moro os trechos da delação da Odebrecht sobre o sítio em Atibaia, o triplex do Guarujá, a cobertura em São bernardo e o terreno do Instituto Lula.

O acordo de delação de Palocci praticamente anula qualquer benefício que a manobra dos ministros do STF fizeram em seu favor. A euforia cedeu lugar a frustração e a raiva com o anúncio do acordo de delação com a Polícia Federal. Havia uma certa segurança no PT de que setores do MPF continuariam negando o acordo de delação do ex-ministro para blindar membros do partido. Segundo fontes, Lula também estaria bastante preocupado com a situação da ex-presidente Dilma Rousseff, que pode se complicar com a delação de Palocci. Caberá justamente ao juiz federal Sérgio Moro homologar a delação do ex-ministro petista. 

Informe seu Email para receber notícias :