linkaki

Lula reclama de isolamento no 4,º andar do prédio da PF. Petistas classificam o local como uma “solitária”



Preso em uma sala no quarto andar do prédio da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba há dez dias, o ex-presidente Lula tem se queixado de seu isolamento político. Impedido de receber visitas de pessoas que não façam parte do seu círculo familiar e de de seus advogados, Lula não está conseguindo costurar acordos com políticos de diversas regiões do país que tentaram visitá-lo nos últimos dias.

A apreensão do petista aumentou ainda mais após a divulgação da última pesquisa do DataFolha, que apesar de ter apontado sua liderança na preferência do eleitorado, registrou uma queda de mais de 20% em relação à última consulta, realizada antes de sua prisão. Para piorar, Lula despencou de 17% para 13% na pesquisa espontânea neste mesmo período.

Longe dos holofotes da imprensa e em queda nas pesquisas, Lula perde poder de barganha com políticos na formação de alianças nos estados. A preocupação do petista e de seus aliados é a perda contínua de influência política. Justamente por este motivo, o isolamento característico de um condenado é o que mais tem incomodado o petista.

Segundo o Estadão, Lula usou as visitas de seus filhos e advogados para emitir mensagens a aliados, nas quais ele destaca que mais importante agora não é o lugar onde ele está, mas o acesso a ele. Lula se queixa do que considera um isolamento total a que foi submetido. Os petistas classificam o local como uma “solitária”.

Lula está preocupado por não conseguir usar suas 'habilidades' e também por não conseguir cobrar pessoalmente por favores inconfessáveis de lideranças políticas em todo o país. O tipo de conversa que Lula costuma ter com cada um não pode ser 'terceirizada', pois envolve certas sutilezas que só podem ocorrer entre ele e seus aliados.

Ainda segundo o Estadão, "Lula considera “inaceitável” não poder receber visitas. Nove governadores e três senadores foram barrados. “Não há possibilidade de um prédio da polícia virar uma espécie de comitê político partidário, isso está descartado”, afirmou ao Estado um policial, que pediu à reportagem para não ser identificado.

Lula não imaginou que teria tantas dificuldades em comandar o mundo externo quando se colocou naquela sala do quarto andar do prédio da Polícia Federal em Curitiba. No local, não há qualquer circulação de pessoas, a sala de Lula, que tem uma janela para o pátio interno da unidade, não possui qualquer comunicação com outros ambientes do prédio. O petista é vigiado 24 horas por dia por agentes que se revesam em dois turnos. Não é bem uma solitária, como dizem os petistas. Lula está apenas preso e isolado, assim como Palocci, Vaccari e outros companheiros presos. 

Informe seu Email para receber notícias :