linkaki

Lula na Cadeia - Globo negligenciou a cobertura da segunda maior manifestação da história do país



A Rede Globo tomou um caminho sem volta desde que patrocinou a vergonhosa conspiração de Janot e Joesley para derrubar o governo. O poderoso grupo de comunicação não conseguiu seu intento e acabou humilhado por um governo 'frágil', como dizem seus empregados, não conseguiu levar o povo para as ruas, apesar dos apelos de seus artistas e ainda viu seu maior anunciante sendo preso.

Mas desde então, o grupo de comunicação saudoso dos tempos da roubalheira do PT de Lula e Dilma vem mantendo sua campanha sórdida para desestabilizar o governo e a economia. Negligenciam informações importantes sobre os avanços do país em várias áreas, enquanto dedica a maior parte de sua programação a ilações, insinuações e fofocas que nunca se confirmam sobre o governo.

Ao mesmo tempo, a emissora nunca aborda supostos crimes cometidos por Dilma, Gleisi Hoffmann, Mantega, Palocci, Lindbergh e outros petistas corruptos. Quando fala sobre Lula, dedica a maior parte do tempo a reverberar as declarações da defesa do petista e de seus subordinados.

O fato da Globo não ter exibido as ovadas e o vexame que Lula passou durante sua caravana pela Região Sul do país é até perdoável, tendo em vista que o grupo está infestado por simpatizantes da esquerda corrupta. Mas negligenciar a maior manifestação do país desde o impeachment da ex-presidente Dilma, a Globo deixou de prestar o serviço para o qual recebeu sua concessão pública: informar o povo sobre os fatos relevantes do país. A cobertura padrão GLOBOLIXO para manifestações contra Lula foi vergonhosa.

As manifestações pela prisão do Ladrão e contra o golpe no STF tomaram as ruas de mais de 100 cidades do país e levaram milhões de brasileiros para as ruas. Além de negligenciar a cobertura de um dos maiores movimentos cívicos já vistos no país, a Globo ainda tenta desqualificar a mobilização do povo conta a corrupção e a ameaça do retrocesso da impunidade no país. Os jornalistas se referem aos defensores do ladrão com manifestantes, mas se referiu aos milhões de manifestantes que tomaram as ruas do país nesta terça-feira, 03, como 'grupos de direita'. O jornalista Ricardo Noblat, do Globo, não conseguiu conter seu desprezo pelo esforço dos cidadãos na luta por dias melhores para o país e tentou minimizar a segunda maior manifestação popular da última década em seu perfil no Twitter:




Informe seu Email para receber notícias :