linkaki

Lula foi preso por ser um criminoso condenado. Não há como prender ninguém fora desta condição



Nas Redes Sociais, nas ruas e em setores da imprensa, os descontentes com a prisão do ex-presidente Lula exigem a prisão de representantes da esquerda como forma de compensação pela prisão do chefe da organização criminosa que assaltou os cofres públicos ao longo da última década e meia.

Há um certo clamou por uma modalidade de prisão inexistente no código penal, algo parecido com uma espécie de prisão ideológica como forma de equilibrar ou vingar a prisão do petista. Inconformados, os órfãos do lulopetismo estão com sede de prisões de setores opostos à esquerda e exigem a prisão de políticos como Alckmin, Aécio e Temer como forma de vingar a prisão de Lula. É a fulanização da prisão. Se prenderam o Lula, tem que prender fulano também.

Ocorre que Lula é um criminoso condenado em duas jurisdições, após um longo processo que teve início no oferecimento de uma denúncia criminal formalizada pelo Ministério Público Federal a um juiz de primeira instância com base numa profunda investigação conduzida pela força-tarefa da Operação Lava Jato. A Polícia Federal realizou diligências, colheu depoimentos, documentos,  prendeu testemunhas e fechou acordos de delação premiada. Na sequência, o juiz Sérgio Moro acolheu a denúncia, tornou Lula réu na ação penal do triplex do Guarujá, julgou e condenou o petista na primeira instância. Quase três anos depois da denúncia do MPF, o Tribunal Regional da 4.ª Região de Porto Alegre confirmou a condenação do petista na segunda instância. Independente de ter se tornado réu em outras seis ações penais e alvo de outros tantos inquéritos criminais, Lula só foi preso após um longo processo, seguindo as regras de um Estado de Direito Democrático, no qual teve amplo direito à defesa.

Exigir a prisão de qualquer pessoa antes do acolhimento de uma denúncia por um juiz é exercício de estupidez enorme. É pura masturbação ideológica. Não há como jogar todo mundo no mesmo balaio de Lula. Até por que será difícil encontrar um político apontado como protagonista em centenas de atos de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de influência, entre outros crimes. Não há como comparar um político que tem um ou dos casos de suspeições com Lula.  

Informe seu Email para receber notícias :