linkaki

"Lula foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção. É preciso executar a pena, simples assim.", diz Sérgio Moro



O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, nunca esteve interessado na opinião de Lula. Assim como qualquer juiz imparcial não deve se deixar comover pelas palavras de qualquer ladrão contumaz que jura inocência. Em seu último discurso antes de se entregar para a Polícia nesta sexta-feira, 6, Lula disse que não perdoava Moro. Durante entrevista à rede China Global Television Network, Moro afirmou que "não havia motivo para adiar" a ordem de prisão expedida contra o petista e afirmou que apenas seguiu o regimento da lei. A Lei não perdoou Lula.

"Eu recebi o ofício do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) ordenando a prisão e simplesmente cumpri a ordem", disse Moro ao repórter Stephen Gibbs em seu escritório na 13ª Vara de Justiça Federal de Curitiba. "Ele (o ex-presidente Lula) foi condenado por lavagem de dinheiro e corrupção. É preciso executar a pena, simples assim."

"Não vejo qualquer motivo para adiar mais", completou. Durante a entrevista, realizada antes do fim do prazo concedido para comparecimento de Lula à sede da Polícia Federal em Curitiba, Moro diz que se sente desconfortável em responder perguntas sobre o caso, numa referência ao espetáculo protagonizado por Lula pouco antes de se entregar às autoridades competentes.

Informe seu Email para receber notícias :