linkaki

Lula está preso no mesmo lugar que seus ex-amigos que o colocaram na prisão em Curitiba



O ex-presidente Lula vive momentos embaraços na prisão na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. O petista tem como vizinhos pelo menos cinco delatores que entregaram parte de seus crimes na Lava Jato. Em tese, as juras de inocência do condenado podem ser contraditas com relativa facilidade por seus companheiros detidos no mesmo prédio da Superintendência da PF, onde Lula se encontra preso.

Entre os que apontaram o dedo para os crimes do petista, está o homem responsável por sua condenação a uma pena de 12 anos e um mês de prisão em regime fechado no caso do triplex do Guarujá. Seu ex-amigo Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS e cúmplice direto no esquema envolvendo a reserva da cobertura do Edifício Solaris, confirmou na Lava Jato que o imóvel era de Lula e foi reservado ao petista em contrapartida por contratos superfaturados entre sua empreiteira e a Petrobras. Como admitiram alguns dirigentes do PT, ´"É complicado".

Mas o algoz de Lula no caso do triplex não é o único vizinho que causa embaraços ao petista na Lava Jato. O ex-ministro da Fazenda e seu ex-braço direito, Antonio Palocci, é outra figura que causa arrepios não apenas em Lula, mas em todo o PT. Um dos fundadores do partido e membro da alta cúpula da legenda, Palocci afirmou ao juiz Sergio Moro que Lula tinha um "pacto de sangue" com a Odebrecht e confirmou ser o administrador da conta do petista mantida no banco de propinas da empreiteira.

Tem também o ex-diretor de Serviços da Petrobras, Renato Duque, que garantiu ao juiz Sérgio Moro que Lula "sabia de tudo" no esquema de corrupção na estatal. Condenado a mais de 40 anos de prisão por envolvimento em processos de corrupção relacionados com a fraude de licitações da Petrobras, Duque se comprometeu a devolver 20 milhões de euros (quase R$ 75 milhões) que estão em contas no exterior. O ex-diretor da Petrobras é apontado como o operador do PT na estatal e desmentiu Lula, que havia dito em depoimento que nunca se encontrou com ele. Duque apresentou fotos ao lado do ex-presidente e reiterou que tratava de assuntos envolvendo desvios na Petrobras com o petista.

Além dos citados, outros dez presos na Lava Jato por esquemas de corrupção na Petrobras estão encarcerados no mesmo prédio. Lula se encontra isolado no quarto andar, em uma sala especial e não corre o risco de cruzar com algum de seus ex-amigos. Após quase uma década e meia de roubalheira, é provável que nenhum dos presos na sede da PF em Curitiba tenham imaginado que estariam tao 'juntinhos' assim um dia. O juiz Sérgio Moro, que colocou todos em cana, também mora bem pertinho dali. 

Informe seu Email para receber notícias :