linkaki

Lula entra para a história da República o primeiro como ex-presidente preso por crime comum - Vem aí mais recordes históricos



Pouco antes de se entregar à Polícia Federal no início da noite deste sábado, 07, o ex-presidente Lula proferiu a seguinte frase: "Eu não sou mais um ser humano, sou uma ideia". Alvo de dez processos criminais, réu em sete deles e condenado em dupla jurisdição logo no primeiro caso concluído, Lula pode ter se tornado a personificação da corrupção no país, deixando para trás figuras lendárias como o ex-governador de São Paulo, Paulo Maluf.

Os feitos extraordinários de Lula no submundo do crime na administração pública durante o tempo em que comandou a organização criminosa que assaltou os cofres públicos por quase uma década e meia lhe conferiram o status de primeiro ex-presidente da República do Brasil preso por crime comum. Condenado a 12 anos e um mês por corrupção e lavagem de dinheiro, ele ficará preso em uma sala especial da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Antes de Lula, cinco ex-presidentes da República foram detidos só que por motivações políticas. As prisões começaram com Hermes da Fonseca, no começo do século 20, depois, Washington Luís e Arthur Bernardes, nos anos de 1930, Café Filho, na década de 1950, e Juscelino kubitschek, durante a ditadura militar.

No caso de Lula, ele foi condenado após acusação de ter sido beneficiado com o repasse de R$ 3,7 milhões para a compra e reforma do triplex no Condomínio Solaris em Guarujá (SP). Deste valor, uma parte teria sido utilizada para o armazenamento, entre 2011 e 2016, de presentes que Lula recebeu durante os mandatos como presidente.

De acordo com a denúncia, as reformas feitas no imóvel pela construtora OAS, como a instalação de um elevador privativo, eram parte de pagamento de propina da empreiteira a Lula por supostamente tê-la favorecido em contratos com a Petrobras.

Mas Lula tem outros recordes históricos pela frente. Logo será o primeiro ex-presidente da República condenado 2, 3, 4, 5 vezes ou mais por crimes diversos como corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa, tráfico de influência internacional, etc. Nunca antes na história deste país um ex-chefe do executivo se tornou alvo de dez inquéritos criminais. Dizem que quando se trata de PT, corrupção pouca é bobagem.

Com informações da Agência Brasil

Informe seu Email para receber notícias :