linkaki

Lava Jato não registrou nenhum caso de corrupção durante governo Temer



A pesquisa mais recente do Ibope apontou que a informação mais relacionada ao governo do presidente gestão Michel Temer foi a corrupção, apesar da Operação Lava Jato não ter registrado nenhum caso de corrupção durante a gestão do chefe do Executivo.

Na pesquisa realizada no mês de março a pedido da  Confederação Nacional da Indústria (CNI) com o Ibope, o tema foi citado por 10% dos entrevistados, de acordo com o levantamento divulgado nesta quinta-feira, 5. Os entrevistados confirmam que a percepção negativa provém do noticiário desfavorável ao governo ao longo dos últimos meses. 

Além dos grupos de comunicação saudosos dos governos do PT de Lula e Dilma, as campanhas movidas por setores da esquerda, pela elite de servidores que teve seus privilégios ameaçados, artistas e ativistas de esquerda, e o trabalho sistemático de políticos opositores que almejam postos nas próximas eleições também são fatores que ajudaram a artificializar a percepção negativa do governo.

Embora o governo Temer voltou tenha sido lembrado por casos de corrupção, não há até o momento nenhuma investigação em curso apontando para fatos ocorridos na atual administração. Temer assumiu o governo em maio de 2016 e desde então, foi alvo de denúncias feitas com base no acordo de delação premiada firmado pelo ex-procurador-geral da República, Rodrigo Janot e os criminosos da JBS. Estranhamente, Dilma e Lula, responsáveis pelos repasses de bilhões do dinheiro do contribuinte a Joesley Batista, forma poupados.

Após dois anos à frente do executivo, nenhum membro ligado ao governo Temer foi relacionado em inquéritos da Lava Jato por fatos ocorridos nos últimos dois anos. Embora os esquemas de corrupção na administração federal tenham sido freados desde que Temer assumiu o governo, as reiteradas denúncias feitas por Janot e as campanhas movidas pelos grupos de comunicação para desestabilizar o governo acabaram por influenciar a opinião pública negativamente contra Temer.

Por outro lado, o presidente não interferiu no andamento da Lava Jato. A Operação realizou mais prisões ao longo de seus dois anos de governo do que nos dois anos anteriores. Temer é um reconhecido constitucionalista e tem demonstrado prezar pelo equilíbrio das instituições, sem proferir qualquer ataque ou crítica contra opositores, PGR, STF. Em suas falas, o presidente sempre fez questão de reiterar sua confiança e respeito nas instituições.

Com a proximidade das eleições, a tendência é a de que parte do eleitorado seja forçado a avaliar melhor suas opções, levando em conta a estabilidade da economia, a redução histórica dos juros e da inflação e outros aspectos importantes que podem ser ameaçados, caso o governo caia novamente nas mãos de aventureiros, de grupos controlados pela esquerda ou preferidos dos meios de comunicação. O poder de modular a opinião pública é tão grande que boa parte dos entrevistados pelo Ibope afirmou que o governo da ex-presidente Dilma era melhor que o atual governo, mesmo com casos de corrupção quase diários, inflação e juros na casa dos 14% e os discursos sobre estocar vento.

Informe seu Email para receber notícias :