linkaki

José Dirceu diz que ‘Moro é um cisco, não é nada'.



Faltando poucos dias para o julgamento de seu recurso no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), marcado para quinta-feira, 19, o ex-ministro José Dirceu se reuniu com cerca de 100 membros da seita controlada pelo ex-presidente Lula em Brasília para uma espécie de missa vermelha nesta segunda, 16, no sindicato dos Funcionários Públicos.

O petista que pode ir em cana imediatamente após o julgamento no TRF-4 atacou o juiz Sérgio Moro: “Meus companheiros de cela muitas vezes, pela inocência, se desesperaram, e eu falei: ‘Está vendo esse cisco?’ É o Moro’, disse o petista, acusando o magistrado de ser um instrumento de um aparato para destruir o PT.

O curioso é que Dirceu chama a atenção dos petistas presentes ao dizer que 'cometemos erros' e que o PT ainda possui simpatizantes por um milagre, tamanho foi o estelionato praticado por ele, Lula, Dilma e companhia.

Parecendo desconectado da realidade, Dirceu, condenado a mais de 30 anos de prisão na Lava Jato, prega uma cruzada para libertar Lula da prisão: “Todo lugar é uma trincheira. Onde eu estiver, vou estar numa trincheira, mas sou como um de vocês: eu estou preocupado com Lula, não comigo. Vocês podem ver que eu me cuidei. Eu sou um soldado, temos que libertar o Lula. Temos que enfrentá-los e não baixar a cabeça. Eles têm que ter certeza de que vamos ressurgir das cinzas. Temos que ser implacáveis com eles. Eles não deixaram a gente governar, por que vamos deixar eles governar?”, desafiou o petista que em poucos dias deve ir fazer companhia a Lula em Curitiba.

Informe seu Email para receber notícias :