linkaki

Jean Wyllys queria mamar quase R$ 1 milhão da Lei Rouanet e disse que ganha o mesmo que um professor



O Deputado Jean Wyllys é um dos políticos que atuaram e ainda atuam de forma consistente na defesa dos governos corruptos do PT de Lula e Dilma. Crítico feroz do juiz Sérgio Moro e da Operação Lava Jato, o rapaz que se notabilizou ao participar de um reality show na Rede Globo ingressou na carreira política no auge de sua fama, enquanto ainda ocupava a mídia disputando espaço com outras subcelebridades.

O deputado que tentou captar  quase 1 milhão de reais na Lei Rounet para produzir um filme sobre sua vida, é o mesmo que afirmou que a população deveria questionar os altos salários de executivos da inciativa privada, como a Ford, Microsoft e outras grandes corporações, ao invés de criticar os salários de um parlamentar.

O deputado do PSOL fez as afirmações durante uma entrevista concedida ao jornalista Marcelo Tass. Na ocasião, Jean Wyllys afirmou que que seu salário como deputado não é excessivo e que um professor ganha o mesmo que um deputado federal.

Durante a entrevista, o deputado demonstrou indignação com os questionamentos sobre os altos salários e benefícios dos parlamentares, como moradia, avião e  auxílio gabinete: "Eu não acho que o salário de um deputado seja excessivo. Essa sociedade não questiona o salário desses de executivos da iniciativa privada e que tem questionar o salário de um deputado? Eu ganho aquilo que eu ganhava quando trabalhava como professor!", afirmou o deputado, sonegando a informação que um parlamentar custa cerca de R$ 168,6 mil por mês ao contribuinte.

Salário de R$ 33.763, auxílio-moradia de R$ 4.253 ou apartamento de graça para morar, verba de R$ 92 mil para contratar até 25 funcionários, de R$ 30.416,80 a R$ 45.240,67 por mês para gastar com alimentação, aluguel de veículo e escritório, divulgação do mandato, entre outras despesas. Dois salários no primeiro e no último mês da legislatura como ajuda de custo, ressarcimento de gastos com médicos. Esses são os principais benefícios de um deputado federal brasileiro, que somam R$ 168,6 mil por mês.

Ao todo, os deputados custam  ao contribuinte R$ 1 bilhão por ano. Os dados são de levantamento do Congresso em Foco com base nos valores atualizados dos benefícios dos parlamentares na Câmara. Veja a tabela abaixo:

Benefício Média mensal Por ano
Salário R$ 33.763,00 R$ 438.919,00
Ajuda de custo (1) R$ 1.406,79 R$ 16.881,50
Cotão (2) R$ 39.884,31 R$ 478.611,67
Auxílio-moradia (3) R$ 1.608,34 R$ 19.300,16
Verba de gabinete para até 25 funcionários R$ 92.000 R$ 1.104.000,00
Total de um deputado R$ 168.662,44 R$ 2.023.949,28
Total dos 513 deputados R$ 86.523.831,72 R$ 1.038.285.980,64

Obviamente, a afirmação de que ganha o mesmo que um professor é bastante controvérsia. é pouco provável que haja no Brasil alguma universidade que pague quase quarenta mil reais para um professor iniciante, praticamente um estagiário. Jean Wyllys é um defensor ferrenho da volta da Dilma e do PT ao poder, defende o direito de se beneficiar da Lei Rouanet e acha justo usar o dinheiro do contribuinte para se promover através de projetos pessoais. O parlamentar é ainda um crítico da prisão do ex-presidente Lula e da intervenção federal no Rio de Janeiro, estado que o elegeu.

O projeto de número 143469 de pedido de captação de quase R$ 1 milhão em recursos para o documentário Tempos de Jean Wyllys foi negado pelo Ministério da Cultura. Os produtores deram início então à uma vaquinha virtual no site Catarse, que também fracassou e o documentário sobre a vida política do deputado federal Jean Wyllys acabou sendo engavetado. 

Informe seu Email para receber notícias :