linkaki

General Villas Boas, o comandante do Exército Brasileiro, avisa o STF que os militares estão atentos e repudia qualquer sinal de impunidade



O caldo engrossou de vez na noite desta terça-feira, quando milhões de brasileiros tomaram as ruas do país para pedir a prisão do ex-presidente Lula. O comandante do Exército Brasileiro, general Eduardo Villas Boas, manifestou publicamente sua preocupação com as intenções dos ministros do STF de livrar o ladrão da cadeia e disse que os militares estão atentos "às suas missões institucionais" e repudiou qualquer sinal de impunidade:

"Asseguro à Nação que o Exército Brasileiro julga compartilhar o anseio de todos os cidadãos de bem de repúdio à impunidade e de respeito à Constituição, à paz social e à Democracia, bem como se mantém atento às suas missões institucionais, disse o Comandante do Exército Brasileiro por meio de seu perfil no Twitter.

Villas Boas ainda perguntou se "Nessa situação que vive o Brasil, resta perguntar às instituições e ao povo quem realmente está pensando no bem do País e das gerações futuras e quem está preocupado apenas com interesses pessoais?", indagou o Comandante do Exército, desafiando aqueles que insistem em tentar sobrepor interesses pessoais ao bem de toda a sociedade, tanto no presente quanto para o futuro.


Informe seu Email para receber notícias :