linkaki

Filho de Lula não quer ser interrogado por Sérgio Moro em audiência marcada para início de maio



Após a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que decidiu tirar do juiz Sérgio Moro trechos da delação da Odebrecht contra o ex-presidente Lula, o filho do petista, Fábio Luis Lula da Silva, o Lulinha, também quer escapar do magistrado.

Lulinha enviou um pedido para a 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, solicitando que o juiz Sérgio Moro o dispense de audiência marcada para o dia 7 de maio, por meio de videoconferência. Lulinha foi intimado a depor sobre as reformas feitas pela Odebrecht no sítio de Atibaia.

O filho de Lula questiona a competência do juiz Moro, já que os ministros Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski e Gilmar Mendes ordenaram trechos da delação da Odebrecht relativos ao sírio em Atibaia para a Justiça de São Paulo. Em seu pedido, Lulinha afirma que decisão do STF de retirar os trechos da delação da alçada de Moro, que não teria mais ‘competência para processar e julgar a presente ação’. “Este requerimento é dirigido a essa unidade judiciária para que possa ser apreciado, oportunamente, pelo juízo competente”, questiona a peça encaminhada pela defesa de Lulinha nesta quinta-feira, 26.

Informe seu Email para receber notícias :