linkaki

Fiasco em ato pró-Lula em São Paulo. Meia dúzia de militantes remunerados contra milhões nas ruas do país pedindo a prisão do ladrão



A sociedade brasileira mandou um duro recado aos ministros do Supremo Tribunal Federal na noite desta terça-feira, 03, véspera do julgamento do habeas corpus no qual o ex-presidente Lula pede para não ser preso, após ter sido condenado em duas jurisdições pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex.

Enquanto milhões de brasileiros tomaram as ruas de mais de cem cidades do Brasil, meia dúzia de heroicos militantes remunerados a serviço do PT protagonizaram o papel ridículo de defender o criminoso condenado  na Praça da República, no Centro de São Paulo. Na medida em que novos apoiadores do petista não apareciam para o ato em defesa de Lula, o já pequeno grupo minguava aos poucos, quando, por volta das 19hs40, não havia mais ninguém no local.

Para quem imaginava que haveria clima de hostilidades e intolerância, como chegou a insinuar presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, foi uma grande decepção. Não há como meia dúzia de cúmplices fazer frente à mais de um milhão de cidadãos indignados. Como já era de se esperar, o ato de Lula foi um fiasco. A população do país espera agora que o STF não reproduza o espetáculo deprimente no plenário da Corte nesta quarta-feira, a partir das 14 horas, quando deve começar o julgamento mais importante de toda a história do Supremo. 

Informe seu Email para receber notícias :