linkaki

Estudantes e servidores da UnB queimam bandeira do Brasil e depredam prédios na Esplanada dos Ministérios



Um grupo de manifestantes de esquerda formando por estudantes e servidores da Universidade de Brasília (UnB)  queimaram uma bandeira do Brasil e depredaram prédios da Esplanada dos Ministérios em Brasília. O ato foi organizado por setores da esquerda e como sindicatos e núcleos estudantis. Como pano de fundo do protesto, a indignação com a prisão do ex-presidente Lula e ataques ao governo Temer, alvo da fúria eterna de opositores no campo político, sindicalistas, artistas, petistas, jornalistas de aluguel e servidores descontentes com o fim da mamata com o dinheiro do contribuinte.

Os mesmos estudantes e servidores da Universidade de Brasília (UnB) que não fizeram nada quando a ex-presidente Dilma Rousseff cortou mais de R$ 10 bilhões da educação durante seu programa Pátria Educadora,  entraram em confronto com a Polícia Militar do Distrito Federal, nesta terça-feira (10), durante um ato em frente ao Ministério da Educação. Até as 15h, não havia informação sobre feridos.

Os manifestantes depredaram prédios públicos, quebraram vidraças e picharam o prédio do Ministérios da Educação. Segundo a PM, três alunos foram detidos – um por desacato, um por dano ao prédio e outro por pichação. Como o edifício atingido é de propriedade da União, eles foram levados à Superintendência da Polícia Federal.

Com os rostos cobertos e gritando palavras de ordem, os baderneiros colocaram fogo em sacos de lixo e conseguem bloquear um dos lados do Eixo Monumental. Por volta das 12h45, uma bandeira do Brasil foi queimada por estudantes revoltados com a prisão de Lula.


Informe seu Email para receber notícias :