linkaki

Dilma viaja para Europa e Estados Unidos com dinheiro do povo para denunciar 'perseguição a Lula'



Desde que foi enxotada do Palácio do Planalto em 2016, a ex-presidente Dilma Rousseff não consegue aquietar o facho por muito tempo no Brasil. A petista agora pretende dar uma 'arejada', após toda a correria para evitar a prisão de Lula nos últimos meses e anunciou que fará mais uma rodada de viagens por conta do contribuinte e pretende dar um passeio pela Europa e Estados Unidos a partir desta segunda-feira, 9, sob o pretexto de 'denunciar a perseguição a Lula' no Brasil.

Representantes da esquerda em todo o mundo adoram realizar palestras em universidades. Dilma não tem qualquer dificuldade em se 'encaixar' em eventos desta natureza através da vasta rede de conexões existentes entre os representantes da esquerda com o PT no exterior. Basta escolher o país, dar alguns telefonemas, e logo se consegue agendar compromissos 'inadiáveis' em  universidades e instituições acadêmicas controladas por esquerdistas ao redor do mundo.

Dilma deve dar um passeio por cidades da Espanha e Estados Unidos nos próximos dez dias, mas não há previsão de retorno ao Brasil. A petista será acompanhada por assessores e seguranças que terão todas as despesas com passagens, hospedagens, alimentação e transporte nas cidades visitadas custeadas pelo contribuinte brasileiro. Como sempre, para falar mal do Brasil. Apenas no primeiro trimestre do ano passado, Dilma gastou mais de R$ 520 mil do dinheiro do contribuinte com viagens ao exterior. A assessoria da petista informou que “nenhuma pressão fará com que a presidenta eleita Dilma Rousseff deixe de viajar".

Informe seu Email para receber notícias :