linkaki

Copa do Mundo da Rússia de 2018 ameaçada por grave crise diplomática com Estados Unidos, Reino Unido e França



A Copa do Mundo da Rússia pode ser dramaticamente prejudicada após as últimas tensões envolvendo os ataques à Síria. residente russo Vladimir Putin não foi nada diplomático ao afirmar neste domingo, 15,  que outros ataques ocidentais contra os sírios trarão “caos” às relações mundiais. Além dos ataques da coalizão formada pelos Estados Unidos, Reino Unido e França contra a Síria, as relações de Putin com os três países não andam nada boas, desde os escândalos envolvendo a eleição americana e as suspeitas de que o governo da Rússia estaria por trás do envenenamento do ex-espião russo Serguei Skripal e de sua filha em um restaurante de Londres. As declarações de Putin não agradaram os líderes da coalizão responsável pelo ataque à Síria, Donald Trump, Emmanuel Macron e Theresa May.

A Rússia será a sede da vigésima primeira edição da Copa do Mundo da FIFA de 2018 ou Campeonato Mundial de Futebol FIFA de 2018. Esta será a primeira vez que o evento esportivo ocorrerá na Rússia, que preparou onze cidades-sede onde os jogos serão realizados. O campeonato será disputado entre 14 de junho e 15 de julho.

Mas não é apenas a grave crise diplomática que ameaça a realização da primeira edição da Copa do Mundo em todo o Leste Europeu. O grupo terrorista Estado Islâmico, duramente castigado pelos russos na Síria, vem fazendo uma série de ameaças que tem como alvo o evento esportivo, As ameaças começaram desde o ano passado, quando utilizaram montagens com Neymar, Messi e Cristiano Ronaldo sendo 'degolados' por seus membros. Apesar do alerta vermelho decretado pelas autoridades russas quanto as ameças do Isis, as tensões diplomáticas entre países que vão participar da Copa do Mundo representam uma ameaça bem maior ao evento. 

Informe seu Email para receber notícias :