linkaki

Ao vivo, o último discurso de Lula. Petista fala aos cúmplices antes de se entregar à Polícia



O ex-presidente Lula faz seu último discurso em São Bernardo do Campo, antes de se entregar à Polícia nesta sexta-feira, 06. Abatido, o petista subiu ao palanque decepcionado com a baixa adesão de manifestantes ao que pode significar seu último ato político.

O discurso do petista estava previsto para as 16hs, mas foi adiado na expectativa de que, com o fim do expediente nas fábricas, os trabalhadores seguissem para a sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, onde o petista se refugiou desde a noite de ontem, quando soube da do mandado de prisão expedido pelo juiz Sérgio Moro. Mas na medida em que ficou constatado que o público presente seria mesmo limitado, Lula avançou nas negociações para sua rendição e sobre ao palco diante de um pequeno número de simpatizantes.

No palco, discursos de amigos e apoiadores, como a pré-candidata à presidência Manuela d'Ávila (PDdoB), o também pré-candidato e líder do MTST Guilherme Boulos (PSol), a  colega de partido e ex-Ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres Eleonora Menicucci, a filósofa Márcia Tiburi, ex-Ministro Celso Amorim, a deputada-federal Maria do Rosário (PT), a presidente do PT Gleise Hoffman e um dos fundadores da Midia Ninja Pablo Capilé e o vereador Eduardo Suplicy (PT). Entre os presentes, o clima de decepção com a baixa adesão ao ato, apesar da ampla divulgação do evento na mídia e nos órgãos da imprensa. O PT se queixa de não ter havido tempo hábil para organizar um ato mais 'robusto'.  Segundo fonte, Lula estaria apreensivo em deixar o prédio do sindicado antes das negociações para sua rendição concluídas.


Informe seu Email para receber notícias :