linkaki

Acima de vocês, só Deus? Presidente do Chile humilha ministros do STF, Cármen Lúcia, Dias Toffoli e Edson Fachin



A presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen, e os ministros Dias Toffoli e Edson Fachin, passaram por um enorme constrangimento na tarde desta sexta-feira, 27. Os três pareciam bastante animados com a participação de um encontro com o presidente do Chile, Sebastián Piñera.

Descontraído, o novo chefe do Executivo chileno perguntou aos três a quem se poderia recorrer quando o STF falha em suas decisões. Diante do embaraço dos três ministros, Piñera ainda provocou mais ainda:  “À instância suprema?”, meio que indagou, apontando para cima, em referência a Deus.

Desconfortável diante da confrontação explícita, o ministro Edson Fachin ainda tentou se esquivar da vergonhosa conduta dos membros do Colegiado e disse que cabe à sociedade fazer o escrutínio das decisões do Supremo. Piñera não engoliu a desculpa esfarrapada e novamente indagou: “Mas pode a sociedade revogar decisões da Corte?”, rindo em seguida. A pergunta ficou no ar, sem resposta. Cármen Lúcia engoliu seco e mudou de assunto.

O constrangimento dos ministros diante das indagações frontais de um chefe de Estado foi bem mais embaraçoso que muitos podem supor. Piñera se referia implicitamente à uma série de barbaridades cometidas pelos ministros do STF nos últimos meses, como a homologação do acordo com os criminosos da JBS, a quebra do sigilo bancário e fiscal de um presidente da República em exercício, a prorrogação exaustiva de inquéritos contra o chefe do executivo envolvendo atos estranhos ao exercício do mandato, sem que nada tenha sido encontrado e a manobra vergonhosa para livrar Lula, um criminoso condenado, da cadeia, por exemplo. 

Informe seu Email para receber notícias :