linkaki

A ousadia em livrar Lula da cadeia. Como acreditar que ministros do STF não são cúmplices da corrupção do PT?



Embora a nação esteja mobilizada para pressionar os ministros do Supremo Tribunal Federal para que mantenham a regra que prevê a prisão de condenados em segunda instância, nada impede que os ilustres intocáveis repitam o teatro de absurdos encendo no plenário do STF no último dia 22 e livrem o ex-presidente Lula da cadeia em caráter definitivo.

Caso concedam o habeas corpus no qual o petista pede para não ser preso após ter sido condenado em duas jurisdições pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, os ministros do STF estarão escancarando as porteiras para a impunidade no Brasil.

A expectativa para o julgamento do mérito do habeas corpus a ser julgado nesta quarta-feira, 04, é a de que os ministros que são favoráveis ao retrocesso da impunidade no Brasil repitam a encenação com monólogos longo e pretensiosos à cerca da tal de presunção de inocência prevista em um dos trechos mais anacrônicos da Constituição de 1988.

Muitos já está se preparando para e leitura de longos e cansativos votos, nos quais pretendem desfilar toda a erudição de boteco que conseguirem reunir em suas argumentações que tem como pano de fundo a desculpa para livrar o criminoso condenado da cadeia. Certamente, nenhum deles terá a coragem ou a dignidade de mencionar que Lula é réu em outras seis ações penais e alvo de outros tantos inquéritos nos quais é apontado como protagonista de centenas de atos de corrupção, lavagem de dinheiro, organização criminosa e tráfico de influência. Embora estas questões não pertençam ao escopo do que será julgado, seria prudente que alguns ministros mencionassem que Lula é de fato um criminoso contumaz que não se encontra a altura de colher qualquer presunção de inocência por parte de pessoas sensatas, bem intencionadas e preocupadas com a questão da corrupção e impunidade de poderosos no país.

Por mais que os ministros tencionem encenar mais um teatro grotesco perante a nação em livrar o petista da prisão ou postergar uma decisão imediatamente, jamais conseguirão convencer a nação sobre a real natureza de suas intenções. Ninguém é capaz de prever o que pode acontecer no país, caso os ministros do STF cometam a insensatez de livrar Lula e milhares de criminosos da prisão. Haverão manifestações por todo o país na véspera do julgamento do HC no qual Lula pede um vale impunidade eterno. Ninguém sabe o que pode ocorrer no dia do julgamento ou nos dias subsequentes, caso os ministros do STF ousem desafiar o consenso e o bom senso da sociedade organizada. 

Informe seu Email para receber notícias :