linkaki

Tiros na da caravana de Lula - Dois ônibus são atingidos - O PT quer um defunto de qualquer jeito



O ex-presidente Lula e a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, anunciaram que a caravana do petista pela região Sul do país foi alvo de uma emboscada e que dois dos três ônibus da comitiva foram alvejados com tiros nesta terça-feira, 27, na estrada entre Quedas do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no interior do Paraná. Os disparos foram relatados por integrantes da caravana do petista.  A Polícia Civil confirmou ao menos um tiro. Ninguém ficou ferido.

O incidente está cercado de mistérios. Conforme a nota da Polícia Militar do Paraná, “não houve, por parte do ex-presidente, o pedido de escolta” para o trecho em que ocorreram os supostos disparos contra a comitiva de Lula.

Segundo o Estadão,  a jornalista Eleonora de Lucena, do site Tutaméia, relatou que "cerca de cinco minutos depois de sair da cidade de Quedas do Iguaçu rumo a Laranjeiras do Sul, os ocupantes do ônibus ouviram um barulho na lataria, mas pensaram que se tratava de uma pedra.

Conforme relatos, alguns quilômetros adiante, quando a caravana já estava próximo ao trevo para Laranjeiras do Sul, o motorista de um dos ônibus percebeu uma redução na velocidade e achou que poderia ser um pneu furado. E foi então que eles desceram dos ônibus e viram as marcas de tiro e encontraram os “miguelitos”, objetos pontiagudos usados para furar pneus e bloquear vias.

Logo após o episódio, o ex-presidente publicou nas redes sociais duas fotos com os ônibus alvejados. Mais tarde, durante ato em um assentamento na cidade, ele discursou e tratou do episódio: “Atirem pedra, deem tiros no ônibus como fizeram hoje, mas não se pensam que vão acabar com minha disposição de lutar estão enganados.”

Um dos disparos identificados até o momento atingiram um ônibus em que estavam os jornalistas que acompanham a comitiva. O ônibus em que Lula estava não foi atingido. Responsável pela investigação sobre o ataque a tiros à comitiva do petista, o delegado Fabiano Oliveira, de Laranjeiras do Sul, informou na noite desta terça-feira que vai tratar o caso como tentativa de homicídio. Segundo o delegado, foram constatados três tiros em dois veículos, e uma marca de pedrada no vidro de um dos ônibus.


Informe seu Email para receber notícias :