linkaki

Sonho de Janot virar presidente do Brasil babou após fracasso do acordo com criminosos da JBS

Fotomontagem meramente ilistrativa


O sonho do ex-Procurador-Geral da República Rodrigo Janot de se tornar presidente da República foi por água abaixo após o fiasco do acordo de delação premiadíssima firmado com os criminosos da JBS.

As informações de que o ex-PGR sonhava em chegar à Presidência foram vazadas pelo próprio Joesley Batista. Em gravação, o dono da JBS afirmava que Janot tinha a pretensão de derrubar o presidente Michel Temer para assumir o país ou poder indicar um sucessor.

Outras fontes também chegaram a ventilar que Janot pretendia disputar as eleições de 2018, para a Presidência da República ou ao senado, dependendo de como estivesse sua popularidade por volta do período eleitoral. No auge de seu estrelato com as flechadas contra o presidente, Janot falava em se aposentar e trabalhar no setor corporativo de compliance. A JBS estava inclusive criando um departamento e o ex-braço direito de Janot, o ex-procurador Marcelo Miller, já estaria com a vaga garantida. Janot pretendia iniciar sua campanha eleitoral por volta de março, mas como as coisas não saíram bem como ele planejava, achou melhor não se aposentar, reconhecendo que ia precisar dos amigos do MPF para proteger a própria 'retaguarda'.

O problema é que os planos de Janot deram errado em todos os aspectos e o ex-PGR, que corria o risco de ser preso, caso seus auxiliares diretos dessem com a língua nos dentes sobre algo que o comprometesse, teve praticamente que fugir para a Colômbia para esperar a poeira baixar. Felizmente, o MPF, assim como qualquer anto corporativista, é bastante zeloso com ps membros do clube.

Todos os envolvidos na cachorrada do acordo com os criminosos da JBS estão livres, leves e soltos, inclusive os donos e executivo do grupo vulgarmente conhecido como Friboi, aquele da carne podre. Joesley e seus comparsas confessaram centenas de crimes que lhe renderiam mais de 2 mil anos de condenação, segundo o Estadão. Lula e Dilma, que deram bilhões do dinheiro do contribuinte para os açougueiros de Goiás em troca de propina também foram poupados pelos amigos do MPF e não sofreram nenhum arranhão nesta história toda.

Informe seu Email para receber notícias :